terça-feira, 8 de março de 2016

Governador não cumpre promessa de inaugurar “Centro de Microcefalia”

dino

O prazo foi estabelecido pelo próprio governador Flávio Dino (PCdoB).

No dia 13 de fevereiro, na presença do ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Wagner (PT), o comunista deu prazo de 22 dias para que a Secretaria de Estado da Saúde (SES) inaugurasse um centro especializado em atendimento a crianças com Microcefalia e suas mães.

A estrutura deveria ter sido montada no prédio da antiga maternidade Benedito Leite, no Centro de São Luís. E o prazo expirou no domingo (6).

Curioso que Flávio Dino estipulou a data de inauguração mesmo contra a vontade do secretário Marcos Pacheco (PDT).

Na ocasião, o pedetista sugeriu em público que a inauguração ocorresse em 30 dias.

O governador, então, disse que queria a estrutura pronta em 15. Mas, por uma “saída salomônica”, acabou concedendo mais sete dias.

“Nós vamos montar em 15 dias, Marco?”, perguntou Dino, durante o evento com Wagner.

Marcos Pacheco respondeu: “30 dias”.

Flávio Dino, então, mostrou-se insatisfeito com o prazo.

“O Marco sempre exagera nesses prazos. 30 mais 15 dá 45, dividido por 2, fica 22. O teu prazo são 22 dias. Eu quero 15, ele quer 30. Saída salomônica: a média”, disse.

E completou: “Em 22 dias o Marcos Pacheco vai inaugurar, junto com a secretária Helena Duailibe, o Centro Especializado de combate a dengue, chinkungunya, zika e febre amarela”.


Mas não inaugurou.

do Gilberto Leda

Nenhum comentário:

Postar um comentário