quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do MA não existe

Fernando Furtado 2

Nunca se viu na história política da Assembleia Legislativa do Maranhão uma omissão tão grande por parte da atual Comissão de Direitos Humanos (CDH) da Casa.

É notório a falta de ação no cumprimento do dever pelo presidente da CDH, deputado Zé Inácio (PT). Ele não fala nada, diante dos inúmeros casos que diz respeito a comissão que preside.

O mais recente caso é o do deputado estadual Fernando Furtado, que chamou indígenas de “viadinhos”, em um ato homofóbico e uma sequência de outras ofensas aos índios.

A Comissão de Direitos Humanos não se posicionou sobre o caso, demonstrando que não existe. Ou melhor: não serve para nada.

Na legislatura passada, a CDH era conduzida de forma eficaz pela deputada estadual Eliziane Gama, hoje deputada federal. Como todos sabem, Gama sempre teve uma expressiva votação por sair em defesa dos direitos humanos.


Infelizmente, agora nessa nova legislativa a Comissão de Direitos Humanos só existe no papel. E nada mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário