quinta-feira, 30 de abril de 2015

Estudo afirma que pessoas sexualmente ativas têm salários mais altos

Foto Web
Um estudo da Universidade de Cambridge, na Inglaterra, fez uma relação interessante entre a vida sexual e o salário de muita gente. Segundo o doutor em economia Nick Drydakis, relator do estudo, os trabalhadores que têm relações sexuais duas ou três vezes por semana costumam ganhar salários até 4,5% maiores que os demais.

A pesquisa utilizou como base as respostas de 7.500 pessoas de um questionário Grego de comportamento. Segundo o analista, a literatura médica e psicológica conclui que a atividade sexual é associada à boa saúde e ao bom desempenho de atividade físico e mental. O bem-estar psicológico e os hábitos alimentares também têm forte relação.


O estudo é claro, conforme Drydakis: empregados saudáveis fazem mais sexo, e pessoas com atividade sexual alta ganham em média mais que as que não possuem vida sexual ativa o têm alguma doença que compromete o desempenho ou a frequência dos relacionamentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário