quarta-feira, 30 de julho de 2014

Três motoristas foram presos pela Operação Lei Seca no fim de semana

Três prisões por embriaguez ao volante, 394 veículos fiscalizados, 31 veículos removidos e 641 pessoas abordadas. Este é o resultado parcial da Operação Lei Seca – Vida no Trânsito, divulgado nesse domingo (27) pela Polícia Militar. A ação foi realizada de sexta-feira (25), até a madrugada de ontem pela PM em parceria com outros órgãos de segurança. Além de evitar que os motoristas dirijam alcoolizados, a operação visa à redução da criminalidade na Região Metropolitana.

Houve ainda cinco condutores que receberam auto de infração por dirigirem sob efeito de álcool. Outros nove motoristas foram autuados por dirigirem sem habilitação e 189 penalizados com multa e perda de pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) por cometer infrações diversas ao volante, resultando na remoção de 31 veículos, a maioria carros de passeio. Uma pessoa foi conduzida a uma delegacia por portar documento falso. Três das ocorrências de embriaguez ocorridas no fim de semana foram classificadas como crime e os condutores foram autuados em flagrante e conduzidos para uma delegacia.

Durante o fim de semana, foram montadas barreiras policiais em pontos estratégicos da Região Metropolitana para fazer a abordagem aos condutores. Durante as atividades, foram utilizados 50 etilômetros (bafômetros), doados pelo Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran) à PM. As blitze foram realizadas simultaneamente em pontos estratégicos da capital.

Operação

A Operação Lei Seca - Vida no Trânsito é executada pela Companhia de Polícia Militar Rodoviária Independente (CPRV Ind) e envolve ainda o Detran, a Polícia Civil, o Corpo de Bombeiros Militar (CBM) e o Instituto de Criminalística do Maranhão (Icrim), órgãos que compõem o sistema de Segurança do Estado. Durante a atividade, a CPRV Ind realiza as abordagens de fiscalização do licenciamento 2014 e referentes à Lei Seca. Os bombeiros estão verificando a presença e a validade dos itens de segurança dos veículos, como os extintores de incêndio.


Os peritos do Icrim estão sendo os responsáveis por verificar se a documentação dos veículos e dos condutores é original. A Polícia Civil é a encarregada de fazer a ocorrência policial e encaminhar o condutor à delegacia, caso seja encontrada alguma irregularidade grave. Todo o trabalho de consulta ao sistema, preenchimento dos autos de infração e educação para o trânsito está a cargo do Detran.

Nenhum comentário:

Postar um comentário