terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Chiquinho Escórcio viabiliza reunião entre Luis Fernando, Vice-Prefeito de Paulino Neves Zé dos Reis, Advogado Dr. Maninho e toda sua comitiva


Uma comitiva de políticos e lideranças de Paulino Neves, Tutóia e Centro do Guilherme foi recebida na manhã da segunda-feira, dia 24 de fevereiro, pelos Secretários Chefe da Casa Civil João Abreu, e do Secretário Infraestrutura Luis Fernando Silva para tratar de vários pleitos para as cidades e para toda Região do Baixo Parnaíba e dos Lençóis Maranhenses.

O encontro foi promovido pelo Deputado Federal Francisco Escórcio (PMDB-MA), que intermediou as conversações na busca por investimentos e parcerias que levem benefícios às famílias que moram nestas áreas.

Estiveram presentes o Vice-Prefeito de Paulino Neves Zé dos Reis seu sobrinho Júnior do Chico Pedro Vice-Prefeito de Centro do Guilherme; Advogado Dr. Maninho, Vereador Raimundinho (Tutóia); os Empresários Sheylon Ramos, Norma Mattos (Presidente Municipal do DEM) e Capote da Seriema; Carlinhos Reis, Professor Luis Carlos Reis (Presidente Municipal do PT), entre outras lideranças locais.


O Chefe da Casa Civil João Abreu deliberou algumas ações juntamente com o Secretário Luis Fernando. Entre elas, ficou acertado que o Governo do Estado irá construir a ponte que interliga a sede de Paulino Neves e foi confirmada a construção da Estrada entre Paulino Neves a Barreirinhas.

Luis Fernando falou dos inúmeros benefícios que a construção do Aeroporto de Barreirinhas irá trazer para todos os municípios daquela região, e que irá impulsionar o desenvolvimento e a economia regionais.

“Recentemente estivermos nessas cidades, onde ouvimos do povo as principais demandas e necessidades. Hoje, conseguimos materializar este encontro, que, aliás, foi muito produtivo e que vai servir para abrir portas de investimentos naquela região, bastante rica e que merece a atenção devida por parte dos governos, devido ao seu potencial turístico”, destacou Chiquinho, informando ainda que deve marcar reuniões com órgãos federais para cobrar ações efetivas para estas cidades

Nenhum comentário:

Postar um comentário